MAS QUEM DISSE QUE A ROTINA LIVRA O FIM DE SEMANA?
BLOG DE UMA VIDA SOCIAL, DIGAMOS, NÃO MUITO AGITADA...

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

A melhor banda dos últimos tempos da última semana!!!

Não exatamente da última semana, mas dos últimos meses, e quiçá dos últimos anos. São essas coisas que, apesar de muita merda por aí, ainda produzem muita música boa que não deixa o bom e velho Rock morrer. Tô falando do Them Crooked Vultures. A badalada banda formada por Josh Homme, John Paul Jones e Dave Grohl. Para quem não conhece, o primeiro é o talentoso front-headman do excepcional Queens Of The Stone Age e otras cositas más (ainda faço um post só sobre esse cara, e não vai demorar muito); o segundo é o incrível baixista do lendário Led Zeppelin que só é uma das maiores bandas de rock que já existiu na face da terra e o último é o ex-baterista do Nirvana, frontman dos Foo Fighters, um dos músicos mais talentosos de sua geração.


Bem, mas vamos lá! Esse post não é exatamente pra contar a história de como surgiu o grupo (quem quiser saber mais pode pedir ajuda ao grande amigo Google search ahuahuahua), eu estou aqui escrevendo esse post mais precisamente pra falar que a banda dos sonhos é simplesmente GENIAL. Não há exatamente uma descrição precisa que possa expressar o quanto as músicas são boas. Josh mais afinado e afiado do que nunca tanto na voz como nas composições e , claro, na guitarra que é a especialidade da casa. John absoluto no baixo como não poderia deixar de ser. E um Dave visceral, enérgico e inspirado na bateria. Simplesmente dispensa comentários.
Quem tiver oportunidade eu recomendo ouvir todas as faixas pra pirar o cabeção e aprender o que é Rock N' Roll de verdade ao contrário dessas porcarias de emocore e vertentes que teimam em aparecer. Rock direto, cru, verdadeiro e bem feito sem esforço. Produto de talento, que convenhamos, com um line-up desses tá sobrando.


domingo, 3 de janeiro de 2010

Daí que é ano novo...



Daí que resolvi retomar as atividades dessa bagaça de blog.

Daí, também resolvi que não vou escrever sobre nada do que se passou...

Ano novo, vida nova? Não exatamente; há uma série de obrigações que me batem á porta junto com a nova data, as quais sinceramente ainda não me sinto pronta pra encarar.

Daí que também não posso fazer nada pra mudar isso. Então que se dane oras!

E vamos-nos nós.

Feliz Ano Novo!!!